Apoio Domiciliário

Serviço de Apoio Domiciliário

Destinatários e Objetivos

  • 1. O SAD é a resposta social que consiste na prestação de cuidados e serviços a famílias e/ou pessoas que se encontrem no seu domicílio em situação de dependência física e/ou psíquica e que não possam assegurar temporária ou permanentemente a satisfação das suas necessidades básicas e/ou a realização das atividades instrumentais da vida diária, nem disponham de apoio familiar para o efeito.

2. Constituem objetivos do SAD:

    • Concorrer para a melhoria da qualidade de vida das pessoas e famílias;
    • Contribuir para a conciliação da vida familiar e profissional do agregado familiar;
    • Contribuir para a permanência dos utentes no seu meio habitual de vida, retardando ou evitando o recurso a estruturas residenciais;
    • Promover estratégias de desenvolvimento da autonomia;
    • Prestar os cuidados e serviços adequados às necessidades dos utentes, sendo estes objeto de contratualização;
    • Facilitar o acesso a serviços da comunidade;
    • Reforçar as competências e capacidades das famílias e de outros cuidados;
    • Fomentar a permanência do idoso no seu meio natural de vida;
    • Assegurar um atendimento individual e personalizado em função das necessidades específicas de cada pessoa;
    • Promover a dignidade da pessoa e oportunidades para a estimulação da memória, do respeito pela história, cultura, e espiritualidade pessoais e pelas suas reminiscências e vontades conscientemente expressas;
    • Prevenir e despistar qualquer inadaptação, deficiência ou situação de risco, assegurando o encaminhamento mais adequado.

Cuidados e Serviços

  • 1.  Para a prossecução dos seus objetivos o SAD proporciona um conjunto diversificado de cuidados e serviços, em função das necessidades dos utentes;
  • 2.  Os cuidados e serviços prestados pelo SAD são disponibilizados todos os dias da semana, garantindo também, sempre que necessário o apoio aos sábados, domingos e feriados;
  • 3.  O SAD presta os seguintes cuidados e serviços:
    • Cuidados de higiene e conforto pessoal;
    • Higiene habitacional;
    • Fornecimento e apoio nas refeições, respeitando as dietas com prescrição médica;
    • Tratamento de roupa do uso pessoal do utente;
    • Atividades de animação e socialização, designadamente, animação, lazer, cultura, aquisição de bens e géneros alimentícios, pagamentos de serviços, deslocação a entidades da comunidade.
  • 4.  O SAD assegura ainda outros serviços, designadamente:
    • Formação e sensibilização dos familiares e cuidadores informais para a prestação de cuidados aos utentes;
    • Apoio psicossocial;
    • Confeção de alimentos no domicílio;
    • Transporte;
    • Cuidados de imagem;
    • Realização de pequenas modificações ou reparações no domicílio;
    • Realização de atividades ocupacionais.
    • Sem prejuízo de o SAD poder assegurar os serviços referidos nas alíneas 2), b) e g) do número anterior, deve ter-se em conta a existência na comunidade de serviços mais apropriados à satisfação das necessidades dos utentes.

Inscrição

  • 1.  Para efeito de admissão, o utente deverá inscrever-se através do preenchimento de uma ficha de inscrição que constitui parte integrante do processo do utente, devendo fazer prova das declarações efetuadas, mediante a entrega de cópias dos seguintes documentos:
    • BI ou Cartão do Cidadão do utente e do representante legal, quando necessário;
    • Cartão de Contribuinte do utente e do representante legal, quando necessário;
    • Cartão de Beneficiário da Segurança Social do utente e do representante legal, quando necessário;
    • Cartão de Utente do Serviço Nacional de Saúde ou de Subsistema a que o utente pertença;
    • Boletim de vacinas e relatório médico comprovativo da situação clínica do utente;
    • Comprovativos dos rendimentos do utente e agregado familiar;
    • Renda de casa ou empréstimo;
    • Cópia dos recibos das despesas domésticas (água, gás, eletricidade e telefone);
    • Comprovativo da média mensal gasta em medicação.
  • 2.  Excecionar, eventualmente, alguns documentos só exigíveis no caso de se concretizar a admissão;
  • 3.  A ficha de inscrição e os documentos probatórios referidos no número anterior deverão ser entregues no serviços centrais da instituição;
  • 4.  Em caso de dúvida podem ser solicitados outros documentos comprovativos;
  • 5.  Em caso de admissão urgente, pode ser dispensada a apresentação do processo de inscrição e respetivos documentos probatórios, devendo ser, desde logo, iniciado o processo de obtenção dos dados em falta.

Horários de Funcionamento

O SAD funciona todos os dias úteis, sábados, domingos e feriados das 9h às 18h.

Para visualizar o regulamento completo, carregue em mais informações

Image
Image
Image